segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Papel de parede que pode ser pintado

Lançado na Casa Cor Paraná 2014, no ambiente promocional da marca de tintas Renner, desenvolvido pela arquiteta Gisela Ribeiro, o papel de parede que pode ser pintado se destacou pela versatilidade que traz à decoração. O produto foi desenvolvido para que a pintura traga variações a ele e possui uma parte acetinada, outra brilhante, que é realçada com a pintura, e uma bela textura em quartzo. "Ele é fabricado em diferentes níveis que, quando pintados, agem de formas diversas e mantêm a característica do papel. Fica perfeito, ninguém diz que foi passada tinta e ele pode ainda ser pintado mais de uma vez”, explica Gustavo Celante, sócio proprietário da Adornié Ambientes, fornecedora do produto para a mostra.   

Foto: Nevad Radovanovic
A arquiteta pintou apenas a parte da frente da parede revestida com o papel e deixou a parte da lateral 
na cor original, para que a diferença pudesse ser notada

Foto: Divulgação
Detalhe do produto com a aplicação de tinta, que preserva e realça seus detalhes




Serviço:
Adornié Ambientes
Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 847 – Centro – Curitiba/PR
Tel: (41) 3014-6180