quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Horta em casa

Uma ótima dica para quem quer alimentos sempre fresquinhos é montar uma horta em casa. Vasos com hortaliças podem ser incluído na cozinha, no quintal ou até mesmo na varanda. Esse conceito ganha cada vez mais espaço na decoração e aparece em diversos ambientes pelas mostras em todo o país. Mas eu gostaria de destacar o projeto executado pelo paisagista Gilberto Elkis na Casa Cor São Paulo, o Jardim da Casa de Campo, que criou um espaço repleto de soluções que podem ser usadas unidas, como ele fez, ou separadas, de acordo com as suas necessidades e espaço. 

Foto: Divulgação
"Me inspirei nas cidadezinhas do interior da Inglaterra, onde quase todas as casas dispõe de uma horta de chás, vegetais e temperos. O visual romântico me levou à concepção desse jardim", conta Elkis. 

O ambiente foi integrado com a cozinha do chalé desenvolvido pelo arquiteto Sig Bergamin, trazendo praticidade para o momento do preparo dos alimentos. Quem quer ter uma horta em casa deve dar preferência por montá-la o mais próximo possível do local de preparo das refeições. 

Acompanhe as dicas e descubra qual a maneira ideal de ter uma horta para chamar de sua:

Fotos: Amanda Lissoni
1. Horta vertical

Logo na entrada do quintal, no lado esquerdo da entrada, o paisagista criou um jardim vertical com alfaces lisa, crespa e roxa, além de rúcula e espécies decorativas como samambaias. 

Essa é uma ótima opção para quem não tem espaço no chão para vasos ou canteiros. 

Para manter a "parede verde" sempre bonita o paisagista ensina: "É necessário repor as hortaliças após o consumo e atentar-se ao acúmulo de água nos vasos para que as raízes não apodreçam, pois a horta, e portanto a posição dos vasos, é vertical".







2. Frutas e temperos em vasos 

Romã, tomate, manjericão e hortelã sempre à mão para uma refeição saborosa

Vasos de diversos formatos e tamanhos foram espalhados pelo espaço com uma variedade de frutas e temperos. "Hortaliças têm que ser escolhidas pela praticidade - como a cebolinha, que é fácil de cuidar e repor - e pelo sabor. Só vale a pena incluir na horta o que, de fato, for para o cardápio", afirma Elkis.


3. Espécies em canteiros e placas de identificação


Outra opção é plantar as espécies em canteiros, com uma distância razoável entre elas para que possam crescer bem. E para quem acaba confundindo o aspecto das espécies, placas de identificação são uma boa pedida.  



Gilberto Elkis ainda acrescentou algumas rosas para trazer mais cores e aromas à composição rústica. 


Serviço:
Gilberto Elkis Paisagismo
Tel.: (11) 3815-9537
www.elkispaisagismo.com.br